contato@ihgpoxoreu.com.br
(66) 99616-0936

Alice Angélica da Silva

Alice Angélica da Silva

Dona Alice é natural de São Gonçalo BA, filha de Porfírio Souza da Jesus e Joana Angélica de Jesus. Os pais de Alice mudaram para Mato Grosso quando ela era bem nova, por esse motivo Alice não tem recordações da Bahia. Sabe apenas informar que conforme relato dos pais, a viagem foi longa, usaram o cavalo como meio de transporte. Chegando em Mato Grosso, estabeleceram residência em Guiratinga, o pai se dedicou ao trabalho do garimpo, ao plantio de lavoura e a criação de gado. Moravam na rua Goiás nº 89, próximo à igreja e ao Colégio Santa Terezinha. Alice teve oito irmãos:Bruno, Joaquim, José, Quirino, Leopoldo, Maria, Ana e Cirila.

A infância e a juventude de Alice foi toda na cidade de Guiratinga. Ela estudou no Colégio Santa Terezinha , Neusa Carvalho e Ivaldina também estudavam no colégio nessa época. Alice se recorda da presença firme das freiras. Porém, Alice nunca teve problema no colégio. Disse que era uma boa aluna e se destacava por cantar muito bem, o que às vezes causava certo ciúme em algumas colegas, uma vez que Alice era sempre solicitada pelas freiras para tirara os hinos cívicos e outras músicas exibidas em datas especiais naquela escola. de aprender os conteúdos curriculares ensinados na escola, no colégio ela aprendeu bordar, costurar e cantar. Desde aquela época Alice disse nunca ter perdido uma missa. Vai à igreja todas as semanas. Disse Alice que o tempo foi passando, o pai se dedicou à lavoura e os irmão ao garimpo de diamante. Os irmão dela vendiam diamante para Alexandre, um comprador de diamante residente em Poxoréu, que vez por outra ia à Guiratinga e numa dessas idas conheceu a jovem Alice. Nessa época Alexandre estava noivo com Corina, irmã de Dr. Onésimo Nunes Rocha.Então, apenas apreciou a beleza da jovem, mas não tiveram nenhum relacionamento, ele se casou com Corina, teve um filho, José Augusto. Porém, aproximadamente dois anos depois Alexandre ficou viúvo e certo tempo depois encontrou com um irmão de Alice e disse lhe que queria ver a jovem. Daí em diante não demorou, iniciaram a namorar e na data de 20 de maio de 1950 eles se casaram em Guiratinga, cerimônia celebrada por Padre João Durore e presenciada por importantes políticos da época, que residiam em Guiratinga, Poxoréu e região. Após o casamento, no mesmo dia, o casal Alexandre e Alice veio num avião teco teco para Poxoréu. Avião em que se encontrava o sr. Joaquim Nunes Rocha e outras autoridades . Chegando na cidade, foram transportados num Jippe do aeroporto até à casa de Alexandre na rua Mato Grosso( local da RM Presentes), e ali se realizou a festa para a população de Poxoréu, uma vez que Alexandre era homem influente na sociedade poxoreana e pessoa de muitos amigos.Alice se recorda muito bem dos pilotos Vanderlei e Sinobilino. Esses pilotos quando chegavam na cidade, antes pousarem eles saudavam a população fazendo manobras e vôos rasantes despertando alegria e a admiração dos moradores da vila que crescia a passos largos.

Alice disse que a cidade de Guiratinga apresentava mais conforto na época do que Poxoréu. Todavia, em Poxoréu o ambiente era muito mais alegre. Havia festa com frequência, muito casamento e as mulheres andavam sempre bem vestidas. Ela mesma tinha excelentes costureiras e os vestidos eram de seda natural, um tecido muito bonito, que hoje em dia não se vê por aqui. Dona Lia( mãe do Adolfo), Arabela( esposa do Prisco Menezes) e Doca eram as costureiras de maior renome.Além de bons e bonitos vestidos, as mulheres da sociedade usavam sapatos Luís XV. O esposo Alexandre sempre fez questão de assegurar a esposa Alice o conforto necessário para que ela sempre se apresentasse bem trajada e sempre se preocupou em garantir o conforto na criação dos filhos, boa alimentação, estudo, vestuário e ajudante para a realização dos serviços domésticos. Alice disse que ela tinha três auxiliares: uma que lavava e passava as roupas da família, outra que cuidava da casa( limpava e cozinhava ) e uma terceira que lhe ajudava a cuidar das crianças.Disse que Alexandre foi esposo maravilhoso,dava lhe de tudo e tratava a com muito carinho, com respeito, e também se dedicava a ter momentos de lazer na companhia da esposa. Se recorda que após o nascimento do primeiro filho, ele lhe disse que a convivência deles seria um pouco diferente dali em diante, teriam que se cuidar para não entrar em atrito porque tinham uma criança para criar e educar. Portanto, quando um precisasse chamar a tenção do filho que o outro não interferisse. O relacionamento entre Alice e Alexandre era tão bom que chamava a atenção dos filhos, ao ponto de certo dia o filho Ademar perguntar porque eles não brigavam. Alexandre respondeu ao filho, dizendo que el não tinha nenhum motivo para maltratar a mulher que ele ama. E disse ainda que os filhos deveriam observar como ele tratava Alice e procurasse tratar muito bem as esposas e os esposos.Certo dia, Alice estava se arrumando para ir à missa com a filha Alessandra e a filha tentou apressar a mãe. O pai logo a repreendeu dizendo lhe que Alice gostava de sair sempre bem arrumada e perfumada, então que a filha esperasse o tempo que fosse preciso.Da união entre Alexandre e Alice nasceram nove filhos , sendo que quase todos foram amamentados até cinco anos de idade: Ademar, Amorésio, César, Alexandre Filho, Aluísio, Juscineide, Juscélia, Jussara e Alessandra. Todos de parto normal feito com o apoio de Dr. João Andrade Figueiredo.

Alexandre era comprador de diamantes para Manoel Dioz Silva. Então, naquele época, Alexandre viajava muito para os garimpos de Poxoréu, Paranatinga,Guiratinga, Tesouro e regiões vizinhas.As viagens dentro de Poxoréu eram realizadas a cavalo e para outras localidade ele ia de avião.

Alice disse que a política naquela época era muito mais agitada do que nos dias atuais. Porém, ela não se opôs quando o esposo optou por se dedicar à vida política. Ela o apoiou em tudo que pode. Antes das eleições, queria que sua esposa estivesse deslumbrante para sua posse, tão certa era sua vitória, visto o grande círculo de amigos que ele tinha. Isso garantiu lhe a vitória em duas eleições.Sendo muito bem votado pelos garimpeiros, obteve 235votos em1962.O vereador mais votado nas urnas..Senhor Alexandre faleceu em 22/12/1990, vítima de um câncer.

Alice falou por várias vezes que se sente uma mulher feliz e saudável, graças ao carinho que recebeu do esposo Alexandre, do carinho dos filhos e de todos da família e graças a vida confortável que o esposo lhe assegurou. Somando-se a tudo isso , e a filosofia de vida que Dona Alice tem, em ser uma mulher que tem grande força espiritual, de muita fé em Deus, de respeito aos seus semelhantes, adora cantar, vaidosa, gosta de cuidar da aparência física( cabelos bem cuidados, unhas sempre pintadas) e está sempre de alto astral, com certeza esses fatores todos garantem a qualidade de vida que ela apresenta aos seus oitenta e oito anos.Mulher de andar elegante, ereta, corpo esbelto,boa audição, boa visão, bem vestida, alegre e comunicativa.

Dona Alice nos deixa uma lição de vida com seus exemplos e ainda recomenda que a convivência entre os casais depende muito do temperamento principalmente da mulher,que não deve discutir e causar desavença em casa por qualquer coisa e nem deve ficar especulando o marido onde foi, com quem esteve o que estava fazendo. Infelizmente o mundo de hoje está diferente. Disse ainda que gosta muito de conversar e quando está triste o melhor remédio para ela é cantar. Cantou a música “ Cabelos Brancos e Violão de Nelson Gonçalves.

Alice Tem uma família com 09 filhos/Genros e Noras(Ademar/Maria,Amorésio/Mª Auxiliadora,Alexandre/Dulciney,Aluísio,César/Aldenice,Juscineide,Juscélia/Edilson,Jussara/Wagner e Alessandra/Antônio Nival,24 :Marco Antônio, Helaine, Katiúscia, Ana Isabela, Laís,Kamila, Kássia, Karine, João Lucas, Gabriel, Ana Vitória, Antônio Vítor, Luís Fernando, Maika,Tatiane, Wátila, Marcela, Gustavo Alexandre, Isaac, Matheus, Lucas, Amorésio Filho, Amanda, Paulo Marcos, Joab. 14 bisnetos: Gabriel, João Gulherme, Pedro Henrique, Vinícius, Antônio Henrique, João Pedro, Davi Lucas, Nathann, Hyasmim, PabloHenrique, Paulo Vítor, Isabelly, Júlia e Heloísa.

IHG POXORÉU

Rua Mato Grosso, nº 432
Bairro Centro
CEP 78800-000 - Poxoréu - MT


ATENDIMENTO

Segunda à Sexta-feira
08h às 11h e das 13h às 17h